Prevenção

7 hábitos que prejudicam a saúde dos olhos

No dia 06 de maio é comemorado o dia do oftalmologista. Além de parabenizar todos os profissionais da área, é importante aproveitar a oportunidade para lembrar a importância da avaliação médica de rotina, de crianças a idosos, e destacar hábitos diários que prejudicam a saúde dos olhos.

O médico oftalmologista do Hospital Santa Cruz, Dr. Gustavo Mori Gabriel, destaca quais são esses hábitos e como podemos evitar sintomas e problemas maiores na visão.

Excesso de computador e celular – Permanecer concentrado diante da tela do computador ou do celular por muito tempo faz com que a pessoa pisque menos, logo produza menos lágrimas, as responsáveis naturais pela lubrificação dos olhos. Por isso é natural que as pessoas tenham sintoma de olho seco. Além de evitar o uso excessivo de telas e leitura, para quem quer tratar o olho seco, recomenda-se o uso de colírio lubrificante e verificar ainda a saúde da base da pálpebra. Algumas inflamações tênues podem provocar a falta de produção de lágrimas e, consequentemente, acarretar o olho mais seco.

Coçar os olhos – Seja o olho seco causado por excesso de computador, contato com a poluição e até mesmo problemas alérgicos, algumas pessoas têm o hábito de coçar os olhos e isso é muito ruim. “Ao levar as mãos aos olhos você pode passar algum vírus, alguma infecção, mais sujeira, além de causar uma lesão na superfície ocular e até uma deformação na córnea, que é a lente superficial do nosso olho”, relata o médico.  

Não retirar a maquiagem – É importante retirar bem a maquiagem dos olhos no final do dia ou antes de dormir. É na base pálpebra e dos cílios que ocorre a produção da gordura da lágrima. “A médio e longo prazo essa produção pode ficar alterada se a maquiagem não for retirada adequadamente e não tiver cuidado com a superfície ocular”.

Não cuidar das lentes – Com a correria do dia a dia, quem está habituado a usar lentes de contato acaba cometendo alguns erros básicos, mas que, ao longo do tempo, podem prejudicar a visão. “As lentes foram feitas para promover conforto e boa visão. Se está ficando com o olho vermelho ou desconfortável ao usá-las, algo deve estar errado e precisa ser visto. Pode ser necessário trocar a marca, o produto conservante, ou mesmo fazer uma boa higienização das mesmas. Além disso, é preciso evitar dormir com a lente, pois isso atrapalha bastante a produção lacrimal que já citamos e também a lubrificação dos olhos”.

Falta de descanso aos olhos – É comum as pessoas que trabalham por muitas horas com computador reclamarem de cansaço nos olhos ao final do dia. Para evitar essa sensação, é importante ter intervalos de descanso da visão de perto. “Ao longo do dia é importante darmos intervalos de 5 a 10 minutos para que possamos olhar para longe. Evite sair do computador e pegar o celular nesse intervalo. Vá tomar um café e olhe para um corredor ou para o final da rua. Isso vai dar mais mais conforto para o olhar”.

Óculos solar de baixa qualidade – Seja no verão ou inverno, é preciso proteger os olhos do excesso de luz solar. E o uso de óculos escuros é essencial nesse cuidado. “Mais do que estilo, usar óculos escuros é uma necessidade para a saúde dos olhos. Porém é preciso que tenha procedência conhecida e proteção ultravioleta adequada para o tipo de lente que está usando”.

Uso de colírio – Como qualquer medicamento, o uso indiscriminado e sem recomendação médica de colírio pode afetar a saúde ocular. “Assim como qualquer medicação, o colírio também precisa ter uma orientação adequada, pois ele pode dar efeitos colaterais”, finaliza o oftalmologista.