Tratamento

A importância do tratamento da menopausa

Já falamos aqui no blog Saúde da Saúde sobre menstruação e como calcular o ciclo fértil, mas o que fazer quando esse processo do corpo para? Como o controle da ovulação pode apresentar diversos sintomas, é importante buscar auxílio e fazer um bom tratamento da menopausa.

Mas afinal, o que é menopausa?

Apesar do termo ser popularmente utilizado para definir todo o processo pelo qual se passa com a diminuição de hormônios, a menopausa é, na verdade, a última menstruação. Todo o conjunto de sintomas da menopausa é chamado, tecnicamente, de climatério.

Sintomas da menopausa

Por tratar-se de uma etapa natural de controle da ovulação do corpo feminino, os sinais podem se manifestar em diferentes áreas do corpo:

  • Ondas de calor no rosto, pescoço e peitoral: um dos sintomas da menopausa mais comuns, os “fogachos”, como também são conhecidos, podem vir acompanhados de vermelhidão, cansaço em excesso, sudorese, vertigens e até de alterações cardíacas;
  • Desconforto nos órgãos genitais e internos: alterações na vagina e na uretra não são raridade quando falamos sobre menopausa. As mudanças hormonais podem acarretar em incontinência urinária e ardor ao urinar, sensibilidade vaginal à dor e ressecamento, o que resulta em diminuição da libido;
  • Com a queda na produção de estrogênio, principal hormônio associado ao controle da ovulação, é comum também que sintomas psíquicos, ou seja, emocionais, façam parte dessa transição do período fértil para o não fértil. Alta irritabilidade, ansiedade e depressão podem ser parte do quadro;
  • Com a diminuição do estrogênio, as unhas, cabelos e pele também podem apresentar aspecto enfraquecido e a concentração de gordura abdominal também pode aumentar;
  • Maior probabilidade de desenvolver doenças cardiovasculares.

Todos esses sintomas, no entanto, podem ser solucionados ou, pelo menos, intensamente amenizados. Para isso, é preciso ter um bom acompanhamento do processo de controle da ovulação para que seu médico indique o tratamento da menopausa mais adequado para você.

Um dos tratamentos da menopausa mais conhecidos é a terapia de reposição hormonal. Mas atenção, saiba que essa forma não é indicada para toda mulher. Seguir orientações de seu médico é fundamental, pois também existem chances de aumentar o risco de desenvolver câncer de endométrio em alguns casos.

Outra possibilidade de tratamento para solucionar ou abrandar os sintomas da menopausa, é o uso de um composto orgânico derivado da soja, o isoflavona. Alguns estudos indicam que o derivado tem uma atuação semelhante à do estrogênio, podendo aliviar as ondas de calor.

Alimentação adequada

Como tudo que está relacionado ao nosso organismo, a alimentação desempenha um papel fundamental. No caso das alterações provocadas pela menopausa não é diferente, e os alimentos ingeridos podem ser grandes aliados nessa fase.

Além da inclusão da soja, o inhame também tem potencial para ajudar, já que é outra fonte natural de isoflavona. Mas lembre-se de sempre ter um acompanhamento de especialistas para saber as quantidades certas a serem ingeridas.

Alimentos que sejam fontes de cálcio são outros componentes importantes em uma rotina saudável para a menopausa. Como uma das possíveis consequência das alterações hormonais é a osteoporose, incluir o mineral no dia a dia pode ser decisivo para o seu bem-estar durante as mudanças.

Tomar uma boa quantidade de água também é uma medida que pode auxiliar com os desconfortos causados pelo ressecamento dos cabelos e da pele. E, claro, alimentar-se com uma boa frequência é sempre saudável, mas especialmente recomendado em momentos como esse, em que a saúde pode ser prejudicada.