Tratamento

Conheça os benefícios da reflexologia nos pés

Por meio de uma técnica suave e eficaz de massagem terapêutica, a reflexologia conquistou um lugar de destaque na medicina complementar. Atuando na prevenção e tratamento de doenças e disfunções do organismo a reflexologia ainda pode aumentar o relaxamento e melhorar o sono. Mas você sabe o que é reflexologia e quais são seus benefícios?

 

O QUE É REFLEXOLOGIA

A reflexologia é uma técnica de massagem que utiliza a pressão em pontos específicos dos pés, mãos e orelhas que correspondem a órgãos e outras regiões do organismo. Os profissionais costumam utilizar gráficos para orientar a região específica de correspondência.

Indicada para todas as pessoas, a técnica da reflexologia não deve ser confundida com uma massagem básica, pois tem a função de procurar desequilíbrios de energia que se manifestam por sensibilidade no ponto. De forma simples, natural e não-invasiva a reflexologia visa estimular forças de cura do corpo, proporcionando bem-estar emocional e físico.

 

PONTOS DE REFLEXOLOGIA

A técnica é dividida em três pontos que correspondem à região onde a massagem será feita. Cada ponto funciona como um mapa do corpo. São elas:

  • Reflexologia podal: visa estimular pontos específicos das plantas dos pés, que pode proporcionar alívio de dores, relaxamento e melhora na circulação sanguínea.
  • Reflexologia quirodal (das mãos): ligada diretamente com os pontos das mãos, a reflexologia quirodal promove o relaxamento físico e mental.
  • Reflexologia facial: relaxa e tonifica os músculos da face; pode ou não incluir as orelhas e contribui para o bom funcionamento de órgãos e articulações.

A mais conhecida é a reflexologia podal, por apresentar amplitude de pontos de pressão. São indicadas, pelo menos, 10 sessões para atingir os benefícios, apesar de ser possível sentir seu efeito positivo no organismo, ainda nas primeiras sessões.

 

REFLEXOLOGIA NA MEDICINA INTEGRATIVA

A medicina integrativa tem como intuito colocar o paciente como ator principal dos seus cuidados, buscando diversos profissionais e métodos para compor seu tratamento. Associada à medicina tradicional, a medicina integrativa permite a interdisciplinaridade, com práticas meditativas e de reflexologia, por exemplo.

É importante que a reflexologia não substitua nenhum tratamento e sim auxilie no cuidado. Integrada à medicina tradicional, a técnica pode diminuir dores corporais, eliminar inflamações, controlar problemas gastrointestinais, melhorar estresse, ansiedade e até a depressão.

Apesar de ser indicada para todas as pessoas, independente do sexo e da idade, a reflexologia não deve ser indicada por pessoas que utilizam marca-passo, pois alguns pontos estimulados podem acelerar os batimentos cardíacos e apresentar complicações ao paciente.

A reflexologia não cura, apenas equilibra os sistemas corporais para que eles possam exercer essa função, estimula uma área pouco ativa e relaxa uma área hiperativa, sendo assim inofensiva para áreas do corpo que estão funcionando corretamente. Diversos estudos apontam a efetividade dessa técnica que vem ganhando cada vez mais espaço na medicina complementar.